- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Vieste como quem chega

Vasco de Lima Couto / Carlos Simões Neves *fado tamanquinhas”
Repertório de Eliana Castro 

Vieste como quem chega
Num barco de partir logo
E no instante da alegria
A cidade adormecia
No seu deserto de fogo

Trazias a tua boca / Com sorrisos magoados
E quando me aproximei / Das tuas mãos, reparei
Que eram dois campos fechados

Eram dois campos com sede / Duas raízes com fome
Eram dádiva e segredo / Onde o amor que não tem medo
Se esconde por não ter nome

Beijamos o olhar da noite / Num desejo tão profundo
Que ajardinamos a lua / Ficamos com a alma nua
Dos preconceitos do mundo