- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Aquele automóvel

Letra e musica de Frederico de Brito
Repertório de Tristão da Silva 

Montei num cavalo que é meu companheiro
De tanta jornada
Que tinha galgado num passo ligeiro
Dez léguas de estrada

Mas vamos ao resto
Que às vezes há casos que alegra contá-los
Passou por nós lesto
Um grande automóvel de trinta cavalos

E o meu cavalito
Um pouco espantado parou por momentos
Depois apressado
Lá foi estrada fora de crinas ao vento

Meu pobre cavalo
Num passo ligeiro lá ia seguindo
Sem ver os cavalos
Que iriam puxando um carro tão lindo

Mas ai... numa curva
Da estrada comprida e ao pé de um silvado
Aquele automóvel
De tanta corrida ficou empanado

E o meu cavalito
Relinchava imponente de cauda aos estalos
A rir-se contente
Daquele automóvel de trinta cavalos