As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Mistérios de Lisboa

Maria Teresa Fonte / Duarte Barreiros Coxo
Interprete: Duarte

Nos mistérios de Lisboa
No teu corpo, nos teus olhos
Uma aurora que desponta
Brancas asas, brancas vozes
Do Chiado à Madragoa

Se viesses outra vez
Ter comigo nos meus sonhos
Pesadelo de brancura
Meu mistério de Lisboa
Sempre que se põe o sol

Se tu agora viesses
Meu mistério de Lisboa
Só a saudade que resta, daquilo que fui outrora
Se tu agora viesses

Meu mistério de Lisboa
Só a saudade que resta do sentir da nossa pele

Sempre que chove em Monsanto
Pelas ruas mais escuras
No coração que ficou
Tão gelado ao pé de ti
Como sempre como dantes

Nossos antigos pecados
Nossas sombras mais escuras
Nos mais escondidos recantos
Como sempre como dantes
Meu mistério de Lisboa