- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Cruz de pedra

Silva Tavares / António Melo
Repertório de Alcindo de Carvalho

Quando passo á Cruz da Pedra, ai Jesus
Lembro sempre um coração
Coração de pedra dura, emotivo
Sem predão da minha cruz

É d’alguém que me despreza / E foi ele que me trouxe
Esta cruz que arrasta e pesa / Tal qual se de pedra fosse

Coração de pedra dura é o teu
Pois nada sente
Vai daí por desventura inclemente
Tem-me gasto o coração;
Como as águas da corrente
Gastam as pedras do chão

É mais rijo do que a pedra, para mim
Esse teu cruel desdém
Mas eu sei que não há pedra a que o tempo
Mal ou bem não ponha fim

Se o tempo tem bruxedo / Tudo apaga, tudo extingue
E algum dia, tarde ou cedo / Eu hei-de ter quem me vingue