As 5.150 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Às de espadas

Manuel Paião / Eduardo Damas
Repertório de Fernanda Maria

Eu passo as noites à espera / De ouvir teus passos na escada
É o ciúme a segredar-me / Que ando a ser atraiçoada

Eu já perguntei às cartas / Se essa mulher existe
Respondeu-me o às de espadas /
Que é a carta mais triste

Quando estou só sem ti
No meu peito destroçado
Sinto o ciúme, sinto o ciúme

Sinto o ciúme vir abraçar-me
Com a saudade a seu lado


A minha vida é tão triste / Que eu às vezes até digo
Que as próprias pedras da rua / Parecem chorar comigo

As horas que estás com ela / São p'ra mim a vida inteira
Mas que mal fiz eu a Deus / P'ra sofrer desta maneira