- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.575 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Marquês de Linda-a-velha

Carlos Conde / Manuel Maria Rodrigues *marcha do manel maria*
Repertório de Rodrigo

Nos fins do século passado
Um breque lindo, tirado
Pela mais bela parelha
Pára alta noite, hora morta
Gizalhando junto à porta
Do Marquês de Linda-a-velha


Lá dentro há rambóia e farra
O Marquês toca guitarra / P'rá Julia da Amendoeira
E nos salões do Marquês
Há palmas de quando em vez / Aos motes da cantadeira


Do breque sai uma dama
Senhora nobre e de fama / Nos anais da fidalguia
Que sente um certo azedume
E uma ponta de ciume / P'la mulher da Mouraria


Ela entrou, calou-se tudo
E nesse ambiente mudo / Uma voz sobressaiu
A Júlia, altiva e bizarra
Cantou mesmo sem guitarra / Um fado triste e saiu


A assistência entreolhou-se
O portão nobre fechou-se / E guizalhou a parelha
O Marquês vive isolado
E nunca mais se ouviu fado / Nos salões de Linda-a-velha