- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

A minha oração

Mário Raínho / João Blak *fado menor do porto*
Repertório de Fernando Maurício 

Não fui menino de coro
Nunca aprendi a rezar
Mas aprendi este choro
Que a vida me soube dar

Esta mágoa na garganta / Com que canto os meus revezes
Diz o povo, que quem canta / Reza sempre duas vezes

Cada verso, uma oração
/ Um padre nosso rezado
E na minha confissão
/ Vão as rimas do meu fado

Nunca aprendi a rezar / A erguer as mãos aos céus
Mas eu sinto que ao cantar / Estou a conversar com Deus