- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Bairro Alto da cidade

Hélder Moutinho / António Neto
Repertório de Marco Rodrigues 

Bairro Alto de Lisboa
Cenário das madrugadas
Abrigo de quem perdoa
As noites abandonadas

Bairro Alto da cidade / Duma cidade crescida
Mora a palavra saudade / Nas vozes da tua vida

É de cinzento vestido / Que sais à tarde p'ra rua
Mas à noite és colorida / Quando a verdade é mais nua

Cenário das madrugadas / Duma cidade crescida
Bairro Alto de Lisboa / És uma asa ferida

Bairro Alto de Lisboa / Miradouro do luar
A proa duma canoa / Onde Lisboa é o mar