- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Este meu fado saudade

José Fernandes Castro *fado marta* / Arranjo musical de Mário Correia
Repertório de Mariana Correia

Diz ao fado e á cidade / Que é grande a minha saudade
Diz ao fado e ao país / Que longe não sou feliz

Diz ás ruas de Lisboa / Que a saudade não perdoa
E diz ás ninfas do Tejo / Que morro apenas num beijo

Esta distãncia

Tem sempre a janela aberta
E tem a palavra certa
Para rimar com saudade;
Esta distãncia

É um sopro magoado
Que desperta em mim, mais fado
Mais fado e mais felicidade

Diz ás estrelas do céu / Que o luar é todo meu
Pede á chuva, pede o vento / Que afaguem o meu lamento

Diz aos poetas da vida / Que vivo d'alma ferida
Diz ao meu velho país / Que longe não sou feliz