As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Os putos

Ary dos Santos / Paulo de Carvalho
Repertório de Carlos do Carmo

Uma bola de pano num charco
Um sorriso traquina, um chuto
Na ladeira a correr, um arco
E o céu no olhar dum puto

Uma fisga que atira a esperança
Um pardal de calções, astuto
E a força de ser criança
Conta a força dum chui, que é bruto

Parecem bandos de pardais á solta... os putos... os putos
São com índios capitães da malta... os putos... os putos
Mas quando a tarde cai, vai-se a revolta
Sentam-se ao colo do pai, é a ternura que volta
E ouvem-no a falar do homem novo
São os putos dêste povo a aprenderem a ser homens

As caricas brilhando na mão
A vontade que salta ao eixo
E um puto que diz que não
Se a porrada vier, não deixo

Um berlinde abafado na escola
Um peão na algibeira, sem côr
E um puto que pede esmola
Porque a fome lhe abafa a dôr