Clique na imagem e oiça Fado !!!
* * * * *
As 5.380 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo brasileiro* 1921/1997
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *
------------------------------------------------------------------------- -------------------------------------------------------------------------
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
* * * * *

Sopa á portuguesa

José Luís Gordo / Nóbrega e Sousa
Repertório de Ada de Castro

Com legumes de saudade
Faço sopa á portuguesa
Que se come na cidade
Desta terra portuguesa

Com legumes de cansaço
Cheirando a terra sadia
Sempre com sopa e bagaço
Começa o povo o seu dia

Uma sopa á portuguesa
Aquece a tristeza dum pobre sem ver
Fumegando vem p’ra mesa
E faz a riqueza de quem a comer
Uma sopa á portuguesa
Aquece a tristeza de uns olhos que a espreitam
Tem o cheiro deste povo
Tão velho e tão novo, num fio de azeite

Já tiveste tantos nomes
Minha sopa á portuguesa
Já foste a sopa dos pobres
Numa fila de tristeza

Aqueceste tantos lares
Em noites de tanta fome
É por isso que te canto
O teu cheiro e o teu nome