- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Eterno desejo

João Gomes / Joaquim Campos *alexandrino*
Repertório de Fernando Maurício

Se já nada me resta, que mais queres tu de mim
Deixa-me apenas só, entregue á minha dôr
Se o fantasma remorso não me fala de ti
Não queiras reviver o que foi nosso amor

Deixa que a luz se apague, impávida e serena
Na triste solidão da estranha melodia
Que nem a noite veja alucinante cena
Que foi prazer dum ano, e calvário dum dia

Não lhe chames saudade, mas sim, amor perdido
Que tudo se desfez num sonho amargurado
Meu pobre coração, de ti, já está esquecido
E canta agora triste, sem fé, resignado

Deixa que seja eu a matar o passado
A dispersar as cinzas desse eterno desejo
Depois de tudo morto, só nos resta o pecado
Do calor que ficou, do teu último beijo