- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O emigrante

Fernando Farinha / Raúl Ferrão
Repertório de Fernando Farinha

Entre lágrimas e lenços
Apita o barco no cais
Nele vai o emigrante
Até breve ou nunca mais

Leva sonhos colossais
Esperanças que arrasam montanhas
Fogo vivo nas entranhas e um coração a bater
Pronto a sofrer e a vencer lá nessas terras estranhas

Muitos anos vão andando / De sacríficios vivendo
E as saudades que vai tendo / Aos seus olhos aflorindo;
São gotas d'oiro caíndo / Nas cartas que vai escrevendo

Um dia, vem o regresso / Á pátria-mãe de seus pais
E tal como na partida / Apita o barco no cais

Agora não volta mais / Lutou, cumpriu e venceu
E Deus que tudo lhe deu / Também não lhe quis negar
A alegria de voltar / Ao cantinho onde nasceu