- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lonjura

Joaquim Sarmento / João Black *fado menor do porto*
Repertório de Helena Sarmento

A lonjura é um degredo
Sem grades para assaltar
Sem olhos, sem mãos, segredo
A boca calada d'amar

É mar que afunda a fragata / É cotovia sem voz
É um orvalho sem prata / Letra sem rosto, sem foz

É lágrima, é destempero / É tabuada aldrabada
Diário de desespero / Diário branco, sem nada

Um chapéu cheio de traça / A sina contada à toa
A lonjura é uma desgraça / Não há dor que tanto doa