- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Beijo roubado

Fernando Cardoso / Júlio Proença *fado proença*
Repertório de Joana Almeida


Deste-me um beijo, fugiste
Eu fiquei sentida e triste
Gritei por ti, fiquei rouca
Eu tanho andado a pensar
Se esse modo de beijar
Não será p’ra me pôr louca

Se na verdade assim fôr
Quem sabe, ó meu amor / Talvez tu sonhes comigo
E no maio da escuridão
Um longo beijo de paixão / Dará fim ao meu castigo

Mas esse beijo apressado
Foi recusa, foi recado / Que me quiseste mandar
Não precisas mais fugir
Nem ale a pena mentir / Já nem lembro o teu beijar