- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Rapsódia do Manuel de Almeida

Título original > Romance incompleto
Manuel de Almeida / Casimiro Ramos e Miguel Ramos
Repertório de Manuel de Almeida

Fado Pinóia
O mais profundo desdém / Ou a mais sentida dor
É nós gostarmos de alguém / Que não quer o nosso amor

Fado Lolita
Se há no mundo tanta gente / Que não sabe o que é a dor
P’ra quem tudo é felicidade
Também há, infelizmente / Os que padecem de amor
E os que morrem de saudade

Fado Alberto
Se a dor e a saudade andam a par
No pranto, na descrença, na tristeza
Porque será que a gente há-de gostar
De alguém que não nos quer e nos despreza

Fado Calisto
Amar e não ser amado / É cruel desilusão
É como andar naufragado
Caminhar desamparado / Perdido na escuridão

Fado Mouraria
Eu sofro como ninguém / Do amor, suas paixões
Quero-te tanto, meu bem / E só me dás ralações