- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Meu Portugal meu amor

José Luís Gordo / Fontes Rocha
Repertório de Maria da Fé

Ai meu país, donde vens, p'ra onde vais
Com tanta gente a fazer dos teus dias os meus ais
Ai meu país, minha terra portuguesa
De Camões que tu tiveste pelo ventre da tristeza

Todos os dias te canto
A condição de ser tua

Neste fado, neste canto
Eu por ti ainda canto
Descalça por qualquer rua;

Não sei se te cante ou chore
Não sei se te grite um dia

Que na força deste canto
Rasgo a alma e digo em pranto
Eu por ti ainda morria


Ai meu país, que trazes nos olhos fado
Desse rei que não voltou ao seu povo desejado
Na minha boca trago sempre o teu sabor
Por isso te canto e digo, meu portugal, meu amor