<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

A estação dos lírios

João Monge / José Bacalhau *fado bacalhau*
Repertório de Aldina Duarte

Quem me espera toda a vida?
Desde o dia em que nascida
A vida é só uma passagem;
É um fado que começa
É um rio que se atravessa
Sem se ver a outra margem

O lírio sabe que parte
E por isso tem a arte / De espalhar lírios ao vento
Não há mais luz nem tristeza / Que os saberes da natureza
E que não são pensamento

Quem me espera toda a vida?
Aquela estrela escondida / Que sempre chamou por mim
Será que há outro lugar / Além da poeira estrelar?
Ás vezes penso que sim...

Não me deixes nesta hora
Em que a estrela não demora / E o lírio tem a estação
A fé que há no futuro / E este medo do escuro
Que ao menos façam razão