- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Esperança morta

Maria de Lourdes Carvalho / Julio Proença *fado proença*
Repertório de Fernanda Maria

Tenho vivdo na esperança
De voltar a ser criança
Para em tudo acreditar
E tenho pedido a Deus
Que p’la luz dos olhos teus
O céu me desse a beijar

Mas a esperança ao morrer
Jurou-me não se esquecer / E deu-me a fé por castigo
E creio, sinceramente
Meu coração que não mente / Ainda sonha contigo

Porque será que a saudade
É sempre a triste verdade / Dos que amaram como eu
Morreu a fé e a esperança
Eu não voltei a criança / Tu não voltaste a ser meu