- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

De manhã

Alberto Franco / Santos Moreira *fado moreninha”
Repertório de Carina Mateus


Manhã de Verão, domingo luminoso
Lisboa, sonolenta, ainda preguiça
Pelo bairro burguês silencioso
Passam damas beatas para a missa

Ela acordou há pouco ansiosa
Só de pensar no dia que aí vem
Estreará o vestido cor-de-rosa
Ou o azul que nela cai tão bem?

Um domingo no campo, que alegria
Ar livre e os encantos mais diversos
E para o piquenique a companhia
Dum certo moço triste que faz versos

Ela colheu um ramo de papoulas
Vermelhas, cor do poente que arde
Pô-lo no peito sem vaidades tolas
E foi a mais bonita dessa tarde