<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Já não tens coração

Fernando Farinha / Casimiro Ramos
Repertório de Manuel de Almeida

Onde tens teu coração, meu amor
Que assim tanto me tortura
Será que o terás esquecido
Ou anda perdido à tua procura

Acompanho dia a dia, sem canseira
Todos os passos que dás
E ao passar à minha beira
Tu segues ligeira sem olhar

Tu já não tens coração 
A quem o deste não sei
Quis conquistá-lo p’ra mim
Procurei, mas no fim, não encontrei
Se outro homem to roubou
Há-de pagar-me a traição
Pois hei-de fazer-lhe ver
Que não posso viver sem o teu coração

Vê lá se o deste a alguém, que o levou
E brinca com ele, agora
Há quem junte corações aos montões
P’ra depois os deitar fora

Chamo p’lo teu coração, sem saber
Onde está, onde se esconde
A esperança diz-me que não
Pois teu coração já não me responde