Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes.
Loading ...

Por questões de funcionalidade, existem índices divididos em 2/3 colunas.

Os Fados de Coimbra bem como os Fados Humorísticos estão em colunas próprias.

Procure a letra do Fado * Pelo título correto * E veja aqui publicado * O seu Fado predileto.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

6.000 Publicações <> 1.750.000 Visitas <> Maio 2020

-

Fim do outono

Diogo Clemente / Raúl Pereira *fado zé grande*
Repertório de Miguel Ramos

Corria o fim do outono e a amargura
Parecia não ser dia ou quase não
Também não era noite, nem negrura
Era o tempo vazio da solidão

Relógio ainda parado que me assiste
Por cada vez que dizes não me ver
Se tento ir sozinho, a alma desiste
E pára a cada vez para morrer

Assim, longe de mim, por ti adentro
A minha alma por si vive insegura
Não é noite nem dia, aqui por dentro
É só o fim do outono e a amargura