- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mãos do povo

João Dias / Popular *fado mouraria*
Repertório de Lucília do Carmo

O meu berço de Madeira
Por mãos do povo talhado
Talhou também a maneira
Como sinto e canto o fado

Mãos do povo me embalaram / Doces mãos de minha mãe
Das saudades que deixaram / Canto a saudade também

Mãos do povo despertaram / Em mim, o primeiro amor
E quando me abandonaram / Cantei a primeira dor

Mãos do povo inventaram / A guitarra por paixão
Talvez por isso a criaram / Em forma de coração

Refuto pois para mim / O chamado estilo novo
Cantareí até ao fim / O fado que herdei do povo