- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Café do amor

José Fernandes Castro / Daniel Gouveia
Repertório de Filomeno Silva

Todos os dias entrava
Pela porta do café
Tomava a bica de pé
Sorrindo enquanto pagava

Fiz dela a minha rainha
E ela nem imaginava
Que o sorriso que me dava
Valia a luz que ela tinha

Talvez por isso gosto tanto de café
E gosto até do travo que o café tem
Seja feitiço, ou seja lá o que é
É por causa do café
Que a vida me corre bem


Um dia tudo mudou
Porque eu não pude evitar
Convidei-a p'ra jantar
Ela de pronto aceitou

Tudo mudou de sabor
A partir desse momento
Pois no meu apartamento
O café sabe melhor