- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Aquela noite

Castro Infante / Custódio Castelo
Repertório de António Pinto Basto

Gostava de cantar-te aquele fado
Daquela noite em que nos conhecemos
Os teus olhos sorriam, sem pecado
E sem pecado foi o que dissemos

Pela vida enlaçados, nesse instante
Ficamos a olhar-nos num sorriso
E eu tão preso a ti, amor amante
Agora tu és tudo o que eu preciso

Deixar correr o tempo, lentamente
Até ter a cabeça encanecida
Deixar o coração bater, contente
Com a alma eternamente agradecida

Foi o mais belo fado que cantei
Quando te conheci, naquela hora
E tudo quanto eu sinto e faço agora
Tem o sabor dos beijos que te dei