- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Um pé p’ra dar ao pé

Mário Raínho / António Redes Cruz
Repertório de Vera Mónica

Há quem seja um pé-rapado
Há quem tenha um pé-de-meia
Quem viva remediado
E quem nada remedeia

Em que pé as coisas estão
Perguntamos com ansiedade
Mas as coisas nunca vão
No mesmo pé de igualdade


De pé descalço
Já saltei ao pé-coxinho
Deitei os pés ao caminho
Decidido até mais não
E sempre em pé
Marco o tempo ao pé de ti
Só de ti não me perdi
Porque tenho os pés no chão


Tu vens em bicos de pés
Quase sempre de manhã
E eu vejo como tu és
Vindo em pézinhos de lã

Mas, fico de pé atrás
Calado, sem um lamento
Só que um dia sou capaz
De te armar um pé-de-vento