- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Rubra cor

Letra e musica de Jorge Fernando
Repertório do autor

Lua, a tua noite escondeu
Minha sombra, minha sombra
Num telhado, um gato plebeu
Não me assombra, não me assombra

O tempo ameaça chover, sopra o levante
Sopra a tristeza que há dentro de mim

Como lembro ainda meu amor, a rubra cor, primeiro beijo
Dado numa noite de calor abrasador do Alentejo
Guardar-te assim em mim, faz-me viver
Que um beijo teu, não há como esquecer

Lua, a tua noite escondeu
Meu segredo, meu segredo
Que em mim tristees correu
Quase a medo, quase a medo

Um carro projecta os faróis num céu molhado
Como se o céu nascesse todo em mim