- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O meu amor anda em fama * J.F.Rosa *

Pedro Homem de Melo / Reynaldo Varela
Repertório de João Ferreira Rosa

O meu amor anda em fama
Mesmo assim, lhe quero bem
Os olhos do meu amor
Não os vejo em mais ninguém

Tentaram deitá-lo á rua / Mas fui logo abrir-lhe a porta
E a minha mão toda nua / Venceu toda a noite morta

Há cinzas no meu espanto / A cidade está vazia
Correm as lágrimas canto / A carne que me alumia

Porém, mil vozes medonhas / Como pedaços de lama
Segredam-me vergonhas / Do meu amor quer anda em fama