Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes.
Loading ...

Por questões de funcionalidade, existem índices divididos em 2/3 colunas.

Os Fados de Coimbra bem como os Fados Humorísticos estão em colunas próprias.

Procure a letra do Fado * Pelo título correto * E veja aqui publicado * O seu Fado predileto.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

6.000 Publicações <> 1.750.000 Visitas <> Maio 2020

-

Morrendo em saudade

António Campos / Jorge Canêde
Repertório de Luísa Salgado

Já não há manhãs de sol / Nem noites enluaradas
Já não canta o rouxinol / Anunciando alvoradas

A ponte já não murmura / O rio secou o leito
Só ficou esta amargura / No vazio do meu peito

Partiste…
Meus olhos choram sem pranto
A vida perdeu o encanto
Nem o sol tem mais calor
Partiste…
É tao amarga a verdade
Eu vou morrendo em saudade;
Quando voltas meu amor?

Já no outono da vida / Em noites de tempestade
Sou uma folha caída / Levada pela saudade

Não há mais nada de meu / Nem lágrimas p’ra chorar
Não há estrelas no céu / Nem há beleza no mar