As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Sózinho

João de Vasconcellos e Sá / Jorge Fernando
Repertório de António Pinto Basto

Uma pomba de alvura imaculada
Passou atrás dum bando de andorinhas
Quem sabe se eras tu, que disfarçada
Vieste ver-me, com saudades minhas?

E aquela toutinegra que ao sol posto
Chilreia no beiral do meu telhado?
Virá saber se eu ando bem disposto
Ou trazer-me em teu nome, algum recado?


Esta saudade mais ninguém sabe
Só tu e eu

E quem sabe se tu, á mesma hora
Sentada num dos bancos do jardim
Vendo passar um vulto, estrada fora
Supões que estás olhando para mim?

Como este pobre coração divaga
Já tão cansado de bater por ti!
Mas espera... oiço passos na azinhaga
Deixa-me ver se és tu quem vem aí!