- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado diferente

Manuel Pardal / Eugénio Pepe
Repertório de Maria da Fé

Um fado diferente hoje lhes vou ensinar
Vibra na alma da gente, ensina a boca a cantar

Não é trinado, nem rufia nem burguês
É outro fado da era moderna, mas bem português

Não traz a samarra
Hoje não usa bota afiambrada
Não anda na farra
Foi cedo p'ra casa a noite passada
So bebe do fino
Do carrascão já não quer
Perde logo o tino
Se passa por ele alguma mulher

Já viram o que é, como é fácil de aprender
Este meu fado moderno, que faz o velho esquecer

Tristeza não sente, já nem briga a toda a hora
Sai simplesmente da alma p'ra boca e da boca p'ra fora