- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Os ranchos iam passando

Pedro Homem de Melo / Manuel Lima Brumond
Repertório de Teresa Tarouca

Os ranchos iam passando
Mata escura de Cabanas
Sob as naves da verdura
Tudo eram formas humanas

Cenário... tudo cenário / Ramos de sombra e silêncio;
Cenário... tudo cenário / Cenário que tudo ilude
Beleza que era beleza / Só porque era juventude

Onde tens as tuas filhas? / Casei-as... estão casadas!
E a que foi para a cidade? / E a que anda pelas estradas?
A mãe, se souber, que o diga / Que os filhos não sabem nada!

Diz-me o nome do teu pai! / Porque tens cara lavrada?
Que é da Custódia da Fonte? / Que é da Ofélia de Caxenas?
A mãe, se souber, que o diga / Que os filhos não sabem nada!

Os ranchos iam passando! / Elas de roupa vermelha
Os ranchos iam passando! / Eles de faixa entrançada!

E assim foi até ao dia / Cada qual vivendo a vida
Sem saber porque a vivia!