- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado rambóia

Fernando Farinha / Alberto Correia
Repertório de Fernando Farinha

Aluguei uma tipóia / Toda chique e enfeitada
Hoje vou para a rambóia / Só venho de madrugada

Quero ir a trajar bem / P’ra que toda a gente diga
Que eu sou novo, mas também / Sei vestir à moda antiga

Traz-me daí a guitarra
Dá-me a samarra e o masantino
A minha cinta bizarra
E a calça à boca de sino
Quero a bota afiambrada
Bem engraxada, p’ra dar nas vistas
Mostrar à rapaziada
Que ainda existem fadistas

Vê lá, não quero chegar / A Vila Franca atrasado
Hoje não posso deixar / De ver a espera de gado

Hei-de ir à tarde á corrida / E à noite, a minha garganta
Há-de mostrar de fugida / Como é que o fado se canta