- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Geração anos 60

Manuel de Almeida / Alfredo Correeiro *marcha do correeiro*
Repertório de Carlos Zel
Vou descrever neste fado
Fado simples que alimenta
A saudade em que mergulho;
Um dia por mim passado
Isto nos anos sessenta
Geração de me orgulho

De manhã, tal como era
Da praxe, fui a uma espera / De toiros, e com firmeza
Saltei tronqueiras montadas
Nas ruas engalanadas / Da Sevilha portuguesa

Á tarde minh’alma arranca
Num desprezo p’lo revés / Nem á vida pedi contas
Na praça de Vila Franca
Entre palmas e olés / Lidei um novilho em pontas

Á noite *que burburinho*
Eu mais uma companheira / Numa adega, até ser dia
Entre canjirões de vinho
Cantei á minha maneira / O Corrido e o Mouraria

Cantigas, mulheres e toiros
São legendas, são tesoiros / Que eu a cantar recordei
Ó distante mocidade
Confesso sinto saudade / Desse dia que passei