- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Belos tempos

Fernando Farinha / Júlio de Sousa *fado loucura*
Repertório de Fernando Farinha

Belos tempos que eu vivi
Com oito anos de idade / Quando no fado apareci
Ambição, sonho querido
Em que eu fiz desta canção / O meu brinquedo preferido

De muito novo assentei praça no fado
E com as praças antigas, aprendi a ser soldado
Passei a pronto, fiz do fado a minha luta
E agora tenho saudade de quando eu era recruta

Belos tempos, quem me dera
Voltar á velha unidade / Do retiro da Severa
Ter ainda o carinho
Desse grande comandante / Que se chamou Armandinho

Ver novamente cantadores e cantadeiras
Naquele grupo valente que deu brado nas flileiras
E ouvir também alguém chamar na parada
Pelo Miúdo da Bica, e eu responder á chamada