- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Eugénia da Camara

José Galhardo / Raul Ferrão
Repertório de Amália


Amar é ter alegria
Nem o mundo existiria
Não existindo esse bem
Quem não amar, não tem nada
Como é bom ser adorada
Como é bom gostar de alguém

Mas se o amor feito mágoa
Se desfaz em gotas d'água / Pouco a pouco fica o mar
E depois, o mar desfeito
Batendo de encontro ao peito / Põe a alma a soluçar

A vida é toda desejos
Marcam-se os dias com beijos / Quem não amou, não viveu
Só quem perde um grande amor
É que sabe dar valor / A todo o bem que perdeu

Mas se houver uma traição
Mata o próprio coração / O amor que viu nascer
Nessa dor que nos tortura
Antes morrer de amargura / Que amargurada viver