- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Trova fatal

Amadeu do Vale / Armandinho
Repertório de Celeste Celeste

Lisboa canta o fado porque é moda
Dos salões da alta roda

Á viela mais sombria
Só eu trago em meu peito de fadista
E a minh'alma de bairrista

O fado da Mouraria

Trova sem par que ia escutar ao Capelão
O famoso Vimioso de quem fala a tradição

Trova fatal sentimental
Que nos seduz e o amor traduz
Canção bizarra que a guitarra faz vibrar
O fado encanta na garganta a soluçar

Lisboa já não canta como outrora
E a guitarra já não chora

A tristonha melodia
Não anda com fidalgos e toureiros
Nem com faias verdadeiros

Do bairro da Mouraria

Tinha sabor e mais calor o seu trinar
Quando o fado era cantado á guitarra á luz do luar