- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mau caminho

Frederico de Brito / Ferrer Trindade
Repertório de Beatriz da Conceição

Não sei que pensas, nem me importa
Se passei á tua porta foi por maldito costume que não passa
Eu sei que julgas que é certo
Mais do que eu que me perco no caminha da desgarça

Maldita, mil vezes maldita
Seja a hora em que nos vimos
Perdemos o encanto, vaidade
Agora ninguém acredita
Que ao saber que nos traímos
É que vimos a maldade

Não sei que pensas, nem me importa
Uma esperança não suporta desenganos que lhe dei, que eu bem sei

Fui louca, fiei-me numa jura, mas coitada, nessa altura
Fiz de ti senhor e rei, porque amei
Agora obrigas-me a passar
Pela rua da amargura que eu não queria recordar