<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Pede à saudade

António Rocha / Manuel Mendes
Repertório de Gonçalo Salgueiro


Pedi tão pouco... tudo te dei... és o meu fado
Sei que fui louco... porque te amei... sem ser amado

Quando a verdade se atravessar no teu caminho
Pede à saudade p’ra te lembrar o meu carinho

Pede à saudade
Eu sei que vais ter saudade
Quando um dia a solidão te recordar o passado
E se em verdade

Precisares dum ombro amigo
Sabes que estarei contigo, basta pedires à saudade

Podes sorrir... fazer alarde... pouco me importa
Sei que hás-de vir... mais cedo ou mais tarde... bater-me à porta

Se é que preferes, que seja assim
Ri à vontade, mas se quiseres saber de mim, pede à saudade