- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

À espera de redenção

Manuela de Freitas / Pedro Rodrigues *fado pedro rodrigues*
Repertório de Aldina Duarte

Fiz minha casa ao relento
De cinzas, a minha cama
Sem abrigo, como o vento
Sem destino, como a chama

Fiz as pazes com a guerra / Fiz punhais de grandes mágoas
Sem remorsos, como a terra / Sem limite, como as águas

Dei fim a tudo o que quero / Para voltar ao início
Fiz da crença, desespero / Do caminho, precipício

Fiz do gesto, a desmedida / Da perdição, o meu norte
Sem sentido, como a vida / Sem regresso, como a morte

Fiz da terra o meu tormento / De fogo, devastação
Como as águas, como o vento / Sem rumo nem direcção
Fiz do vazio pensamento
À espera de redenção