- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Sou tua

Domingos Gonçalves da Costa / Casimiro Ramos
Repertório de Fernanda Maria

Reneguei tuas promessas
E juras de amor ardente / Até com certo rancor
Disse-te assim, não sou dessas
Que se embalam cegamente / Em juramentos de amor
Meu Deus, como a boca mente
Pois se te amo loucamente / Eu digo seja a quem fôr

Sou tua... como o luar é da lua
Como as pedras são da rua, e p'ra ser tua nasci
Sou tua... tão tua que me convenço
Que já nem a mim pertenço, que sou um pouco de ti
Sou tua... deixa-me gritar ao vento
P'ra que o vento num lamento, diga ao mar, á terra, ao céu
Sou tua... e deixa que os olhos meus
Só vejam p'ra ver os teus, embora não sejas meu

Ás vezes sinto desejo
De ofender-te, embora iluda / Meu coração a sofrer
Mas fico, quando te vejo
Tão pequenina, tão muda / Com tanto p'ra te dizer
É então que a minha boca
Porta voz desta alma louca / Murmura quase sem querer