- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Os loucos

Mário Raínho, José Luís Gordo / Fontes Rocha
Repertório de Maria Armanda

Vivem de amor, deixa-os viver assim
Que nos importa o amor dos outros
Tudo que tem princípio há-de ter fim
Deixa-os amar em paz porque são loucos

São loucos como nós ainda somos
E amam como nós também amámos
São jovens como nós também já fomos
Namoram como nós já namoramos

Trazem na boca, em cada beijo um grito
Grito de amor que o seu amor ilude
Amor e uma cabana é tão bonito
Quando se tem nas mãos a juventude

Momentos de prazer na vida há poucos
Breves como o cantar da cotovia
Deixa-os amar em paz porque são loucos
São loucos como nós fomos um dia