<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Ó Mangas

Letra e musica de: Armando Estrela
Repertório de Linda Martins

Trazia na manga um fado maroto
E o casaco rôto, e a gravata á banda
Trazia nos olhos um amor sem fim
Tantas promessas aos molhos floriram em mim

Ó mangas, saíste-me um traste
Promessas, promessas
Mas nunca casaste;
Porém, eu gosto de ti
Não me abandonaste
Fui eu que fugi

Trazia no peito o fogo da raça
E um sonho desfeito, e a cruz da desgraça
Trazia nas mãos a flor da amizade
Todos eram seus irmãos em pé de igualdade

E a fé de criança, e a voz que o consome
Lhe negam a esperança, lhe calam a fome
Na casa de passe alguém maldizia
Antes que Deus o levasse que a noite vazia

Que noite de inverno, gaivota onde vais
O mar num inferno na borda do cais
De casaco rôto, bebido demais
Levou o fado maroto para nunca mais