As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Zangou-se o fado comigo

Letra e musica de Frederico de Brito
Repertório de Manuel Fernandes

Bati à porta do fado / Eu sei onde o fado mora
Olhou-me desconfiado / Por me ver àquela hora

E fez tamanha algazarra / Gritou-me sem ter razão
Disse que a minha guitarra / Nem merece afinação

Zangou-se o fado comigo
Vá lá, não foi ordinário
Senão pegava o rastilho
E então o sarilho
Virava ao contrário
Ouvi-o tão pianinho
Na voz tinha tais lamentos
Que eu disse do coração
Aí seu pimpão
Marque lá dois tentos

Agora ao fado, o que resta / Se não lhe arranjam um prémio
É ter de dar uma festa / P’ra deixar de ser boémio

Não se lembra, o malfadado / Que andou nas tascas mais rascas
E no tempo em que era fado / Jogava o liques nas tascas