<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Aquela estrela

José Guimarães / Armandinho *alexandrino antigo*
Repertório de Joaquim Brandão

Em noite de natal, um pobre pequenito
Sentado num portal duma estreita viela
Com seu ar inocente, olhando o infinito
Prendeu o seu olhar ao brilho duma estrela

E tal como os poetas que o silêncio inspirou
A meditar ficou, pensando em sua mãe
Se é verdade que Deus para o céu a levou
Ela deve morar numa estrela, também

E rogando a Jesus, com voz de enternecer
Ele ansiou poder estar juntinho dela
Erguendo as mãos aos céus, pediu para morrer
Para poder viver também, naquela estrela

Cansado de pensar, ali adormeceu
E teve um sonho lindo, visão celestial
Agarradinho á mãe, passeou pelo céu
E sonhando passou a noite de Natal