- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Grito de paz e amor

José Fernandes Castro / Martinho d’Assunção 
Repertório de Fernando João

Eu hoje quero a lua em forma de mulher
Vou deitar-me na terra e olhar o infinito
Por sobre a noite nua, eu quero ver nascer
O sol que vai brilhar no seu tom mais bonito

Eu hoje quero o dia mais longo e mais feliz
Quero a hora mais curta das horas de sofrer
Eu quero a maresia dum horizonte novo
Quero a alma dum povo contente por viver

Eu quero um amanhã cheio de poesia
Eu quero um paraíso onde não haja guerra
Quero dormir sonhando com hinos d’alegria
Quero amor reinando por sob o mar e a terra

Eu quero primaveras nos dias do futuro
Quero romper fronteiras e acabar c’oa dor
Quero milhões d’estrelas no firmamento escuro
Quero aos deuses gritar, a paz e o amor