- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.535 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Sem fé

Este tema também foi gravado com o título *Passou*
Frederico de Brito / Casimiro Ramos *fado três bairros*
Repertório de Maria da Fé

Passou, eu vi que passou
Tinha o mesmo andar gingão
Não me enganei era aquele;
Olhou, eu vi que ele olhou
Depois o meu coração
Foi como um louco atrás dele

Sorriu, eu vi que sorriu
Parou ao fim da calçada / Só p'ra me fazer ralar
Seguiu, eu vi que seguiu
Mas depois não vi mais nada / E desatei a chorar

Ninguém, eu sei que ninguém
Tem culpa destes meus ais / E que não o torno a ver
Não vem, eu sei que não vem
É qu'ele não volta mais / Mesmo que eu esteja a morrer

Não é, eu sei que não é
Não é só ele o culpado / Mas o destino era aquele
Sem fé, também já sem fé
O meu coração coitado / Foi como um louco atrás dele