- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Há uma estrada na vida

Linda Leonardo / Alfredo Duarte Marceneiro
Repertório de António José Proença 

Há uma estrada na vida
Por todos nós percorrida
Do nascer até morrer
Há os que nascem com sorte
Desde o berço até à morte
N’aventura de viver

Têm muitos, por condão
A constante negação / De sonhos e ideais
Caminhos interditados
E portões sempre fechados / Em direitos desiguais

Outros, a cada segundo
Julgam ser donos do mundo / E mais gente, que os demais
Senhores de pratas e leis
Podem nascer como reis / Mas na morte são iguais