- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Naufrágio

Cecília Meireles / Alain Oulman
Repertório de Amália Rodrigues

Pus o meu sonho no navio
E o navio em cima do mar
Depois abri o mar com as mãos
Com as mãos para o meu sonho naufragar

Minhas mãos ainda estão molhadas
Do azul, do azul das ondas entreabertas
E a côr que escorre dos meus dedos
Colore as areias desertas

O vento vem vindo de longe
A noite se curva de frio
Debaixo da água vai morrendo
Vai morrendo o meu sonho dentro do navio

Chorarei quando fôr preciso para fazer
Para fazer com que o mar cresça
E o meu navio chegue ao fundo
E o meu sonho desapareça