- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Ai de nós *até um dia*

Paulo de Carvalho / P.S.Mayor
Repertório de Paulo de Carvalho

O velho era mais velho que o Restelo
Cabelos côr de palha de mil sóis
Um olhar de água pura em cada gota
Trazia na ternura, um gaivota

Quando chegou, Lisboa fez-lhe a cama
Lençóis de espuma á beira da Ribeira
Sonhou que era um sonho e então partiu
Lá foi para além da foz do nosso rio

Ai de nós
Quem somos nós para além da fantasia
Quem faz de nós a festa da alegria
Até um dia... até um dia

Quando voltou o velho contou histórias
De sonhos nunca dantes navegados
Era uma vez... parámos para ouvir
Sem nunca ter vontade de partir

Mas ai de quem tem fome e não tem pão
Lá vai para além da foz do nosso rio
Lá vai, e era uma vez, até um dia
Depois só ficam sonhos de alegria